sexta-feira, janeiro 08, 2010

“Auto-analise” inconsciente.

Notável se fez nosso país. Evoluímos economicamente. O verão foi mais quente. Um negro chegou ao poder norte americano. Mudei para terras distantes das conhecidas. Me casei! Chegou aquele momento da balança pessoal, “auto-analise” inconsciente. Sem perceber, estou me dirigindo para aquele momento em que analiso o que fiz em 2009, com certeza direi a mesma frase do ano passado: “Putz, como eu vivi”! Desde que, me encontrei como um ser pensante, adotei, simplória frase conclusiva em minha analise. Afinal, foi isso que fiz, eu vivi. Não vivi apenas arrastando a carcaça corporal debaixo do sol, lutei por pequenos ideais, também chorei por grandes decepções e, me vi, na clichê, roda gigante da vida. Enquanto estava em uma boa fase, curtindo o ar fresco das alturas, caguei, rindo do coitado que iria receber bosta na cabeça. Mas a roda, eterna representante da física, girou, o coitado que recebeu a própria bosta na cabeça, fui eu. Sim, eu cometi erros, utilizei a mesma cota de pecados de todos os anos, eternos, sete pecados capitais. O ano que vem, prometo que vai ser diferente. Todos dizem isso, mas eu vou tentar, quem sabe consigo. Prometo evitar os sete pecados, mesmo sabendo que, há algum momento, posso cometê-los sem perceber. Vou parar de fumar, vai ser um sacrifício, mas vou conseguir, eu sei, vou dizer não ao mundo maravilhoso do tabagismo e, cair na cruel ala dos não fumantes. Não irei me impor á leitura de 1.000 livros como em 2009, só eu sei, o quanto sofri para realizar tal proeza e, só eu sei, o quanto ouvi de dúvidas, que esta proeza consegui realizar. Em contra partida, irei dormir apenas quatro horas por dia, para estudar muito e ler. E irei amar, respeitar, dar o melhor de mim, para pessoa que escolhi como minha companhia, o meu amor. Para você, verdadeiramente, não sei o que lhe dizer para o próximo ano. Espero apenas que, não se acomode e saia por aí, arrastando a carcaça do seu corpo, debaixo do sol. Apenas viva, faça planos, mesmo que não consiga alcançá-los, os planos te retardam a morte. Agora para o momento da virada do ano, tome vergonha na sua cara e, não beba até cair.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...